Você pode correr, mas talvez não possa se esconder do Facebook

Todos nós mantemos alguns detalhes sobre nossas vidas pessoais de forma privada, principalmente quando criamos perfis em sites de relacionamento. Como conseqüência, algumas pessoas mais “prudentes” optam por ficar longe de plataformas de redes sociais como o Facebook, acreditando que essa decisão ajuda a proteger a sua privacidade.

A despeito da nossa crença em manter sob sigilo nossas informações mais íntimas, resultados de uma pesquisa realizada pela Universidade de Heidelberg (Alemanha) sugerem que esses detalhes podem, contudo, ser inferidos com alta probabilidade, se um número suficiente de contatos confirmados em uma rede social escolhe revelar seus detalhes.

O artigo One Plus One Makes Three (for Social Networks) mostra que tal suposição não é mais válida: com a ajuda de “aprendizagem de computadores”, operadores de rede social podem fazer previsões sobre a “amizade” ou a falta dela entre dois não-membros com uma elevada taxa de sucesso. Os autores defendem a hipótese que estes são os primeiros resultados sobre o potencial das plataformas de redes sociais para inferir relações entre os não-membros.

Uma das pesquisadoras envolvidas na pesquisa, a Anna Katharina Zweig – professora de Teoria da Ciência da Computação, especializada em análise de redes e teoria dos grafos, comenta sobre a pesquisa em um podcast superinteressante, em entrevista realizada por Steven Cherry para a IEEE Spectrum’s Techwise Conversations.

Ana Terse Soares

Ana Terse Soares é graduada em Comunicação Social e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (2013) na linha de Cibercultura. Atualmente integra os Grupos de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade (GITS) e o Analítica: Crítica de Mídia, Estética e Produtos Midiáticos, ambos na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. Atualmente, desenvolve pesquisa sobre Performances Musicais através de Hologramas e seus interesses debruçam-se, principalmente, sobre os seguintes temas: Comunicação e Tecnologias Digitais, Cultura Digital, Redes Sociais, Produção de Presença e Materialidades da Comunicação, Arte e Tecnologia, Música e Virtualidade, Experiência Estética e Holografia, Performances Musicais e Tecnologias Digitais, Digital Bodies, Performers Virtuais.

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebook

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.