Simulando a sensação da passagem de objetos através das mãos

O grupo de pesquisa Kajimoto da Universidade Electro-Communications está desenvolvendo um dispositivo que simula a sensação de algo que passa através das mãos. A proposta é melhorar a sensação de realismo em jogos, e usa um mecanismo de vibração para criar a ilusão.

Ressaltam que a ilusão criada é como uma “sensação fantasma”, que acontece quando dois pontos na pele são estimuladas ao mesmo tempo. A sensação é como se o espaço entre esses dois pontos estivesse sendo tocado. Para simular a sensação de algo passando através das mãos, a força das vibrações é ajustada, variando a intensidade da vibração e acontece em um décimo de segundo.

Os pesquisadores ressaltam que a tecnologia pode ser usada quando jogadores em um game de luta são esfaqueados ou, quando um jogador recebe um forte choque, ou ainda em um jogo de tiros, onde o corpo pode ser vibrado para simular uma sensação de ter sido baleado, por exemplo.

Veja o vídeo com a simulação do dispositivo aqui.

 

 

 

Ana Terse Soares

Ana Terse Soares é graduada em Comunicação Social e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (2013) na linha de Cibercultura. Atualmente integra os Grupos de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade (GITS) e o Analítica: Crítica de Mídia, Estética e Produtos Midiáticos, ambos na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. Atualmente, desenvolve pesquisa sobre Performances Musicais através de Hologramas e seus interesses debruçam-se, principalmente, sobre os seguintes temas: Comunicação e Tecnologias Digitais, Cultura Digital, Redes Sociais, Produção de Presença e Materialidades da Comunicação, Arte e Tecnologia, Música e Virtualidade, Experiência Estética e Holografia, Performances Musicais e Tecnologias Digitais, Digital Bodies, Performers Virtuais.

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebook

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.