Rituais de interação e as novas mídias digitais

Rituais de Interação e Rituais de Mídia: de que forma podemos aproximar essas duas discussões tão caras (e recorrentes) ao GITS e avançar nos estudos sobre Interação, que se estabelecem a partir das mídias digitais na atualidade? Quais as ligações e contribuições teórico-conceituais recíprocas e complementares entre esses dois campos do conhecimento?

Se para Goffman (2010, 2011), o corpo sempre regulou como um indivíduo lida consigo e com outros durante (e por causa de) sua presença física imediata, o que acontece então, quando as interações ocorrem remotamente, quando o componente “corpo” está ausente? Quais aspectos garantem o sucesso e desempenho dessas interações?

Em Interaction Rituals and The New Electronic MediaRandall Collins, Doutor em Sociologia pela Universidade de Berkeley (Califórnia), afirma que as tecnologias de comunicação modificam as oportunidades de experimentação do mundo físico e social. Consequentemente, ressalta que os rituais de interação em contextos de mediação tecnológica também motivam o surgimento de novas práticas e experiências bem particulares.

Vale a leitura do artigo e a reflexão sobre interações mediadas por tecnologia, que em circunstâncias mais variáveis, necessita do desenvolvimento de estratégias alternativas de comunicação relacional permitindo ao indivíduo: (1) sentir que está perto o suficiente para ser percebido (acrescentando a sua “experimentação” do outro) e (2) sinta-se perto o suficiente, para também perceber que está sendo percebido por outro e assim, manter uma interação através de informação social.

 

 

 

Ana Terse Soares

Ana Terse Soares é graduada em Comunicação Social e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (2013) na linha de Cibercultura. Atualmente integra os Grupos de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade (GITS) e o Analítica: Crítica de Mídia, Estética e Produtos Midiáticos, ambos na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. Atualmente, desenvolve pesquisa sobre Performances Musicais através de Hologramas e seus interesses debruçam-se, principalmente, sobre os seguintes temas: Comunicação e Tecnologias Digitais, Cultura Digital, Redes Sociais, Produção de Presença e Materialidades da Comunicação, Arte e Tecnologia, Música e Virtualidade, Experiência Estética e Holografia, Performances Musicais e Tecnologias Digitais, Digital Bodies, Performers Virtuais.

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebook

Deixe um comentário