On the run: observações sobre o caso Snowden

Cerca de duas semanas atrás uma notícia foi destaque nos principais jornais do mundo: Edward Snowden (ex-CIA e ex-NSA), após tornar-se oficialmente procurado pela justiça norteamericana, tomou rumos desconhecidos para fugir da prisão. O motivo do mandato de busca internacional se deu após a publicação de informações sobre o projeto Prism (da National Security Agency) além de dados confidenciais relativos à espionagem de outros países por parte dos Estados Unidos.

No Twitter, a hashtag #Snowden proporcionou um roteiro quase cinematográfico, construído na instantaneidade característica à conjuntura social hodierna. Naqueles dias, atores diversos contracenaram em um palco de diversos ambientes: governos, ministérios de relações exteriores, meios de comunicação, ativistas, curiosos… uma rede de tweets, links e informações foi tecida a olhos nus, envolvendo questões diplomáticas da maior importância. Pouco vimos sobre isto nos local media, estávamos vivendo as manifestações populares no Brasil.

O caso ganhou novamente repercussão quando, após a confirmação de pedido de exílio à Bolívia por parte de Snowden, o vôo que transportava o presidente Evo Morales foi impedido de atravessar os ares de alguns países na Europa, forçando um pouso na Áustria. Sob a suspeita de que Snowden estaria escondido no avião oficial boliviano, os Estados Unidos pediram auxílio da França, Itália, Espanha e Portugal. Tal ajuda consistia na violação do direito internacional e da imunidade diplomática da qual goza todo Chefe de Estado, ou seja, a aeronave da Bolívia não poderia trafegar sobre o território dos países supracitados. Desde 1945 nenhuma nação no mundo havia impedido um avião presidencial de sobrevoar seu território.

Enquanto as implicações diplomáticas se desenrolam de maneira ríspida e ofensiva por parte do governo americano, é válido notar os reflexos ocasionados pela possibilidade de acessar “dados secretos”. O ex-agente da CIA e da NSA, Snowden, abriu o canal da Agência de Segurança Nacional e fugiu rumo à Rússia; pediu exílio a 27 países e isto foi tweetado por alguns jornalistas situados nestas nações; os métodos de rastreamento dos dados de Snowden são dos mais avançados, mas os achados esbarram, muitas vezes, nos direitos internacionais e na soberania de cada país interpelado pelos norteamericanos.

Enfim, à luz de nossa atual leitura no grupo “O que é o Contemporâneo? e outros ensaios”, do Giorgio Agamben e recordando o livro que trabalhamos anteriormente, “Media Rituals” (do Nick Couldry), emerge a já conhecida sensação de que vivemos em um mundo onde o controle, a regulação e acesso a informação são fundamentais para a sustentação do poderio de qualquer instituição. E falamos de ninguém menos que o NSA norteamericano, “vai vendo”, scientia potentia est.

Links relacionados:

http://techcrunch.com/2013/06/23/nsa-whistelblower-snowden-leaves-honk-kong-for-moscow-looking-for-asylum-in-democratic-nation/

http://www.publico.pt/mundo/noticia/espanha-recebeu-informacoes-de-que-snowden-estava-no-aviao-de-evo-morales-1599389

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/07/austria-descarta-presenca-de-snowden-em-aviao-de-evo-morales.html

http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/bolivia-vai-oferecer-asilo-a-snowden-diz-morales

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/babel/29786/25+verdades+sobre+el+caso+evo+moralesedward+snowden.shtml

http://www.wired.com/threatlevel/2012/03/ff_nsadatacenter/

Felippe Thomaz

Felippe Thomaz é mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, onde examinou, na ocasião, o processo de construção identitária do jogador em MMORPGs, através de avatares. Doutor pelo mesmo programa, seu objetivo mira agora a compreensão da influência exercida pelos variados dispositivos de controle sobre a experiência de jogos eletrônicos. Examinando o uso de joysticks, teclado e mouse, interfaces touchscreen e sensores de movimento, a questão que baseia a pesquisa, simplificadamente, é: de que maneira as formas de controle influenciam a própria experiência do jogar um game?

More Posts - Website

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.