“Com amor, Michel M.”

Resultado de trinta anos de reflexões, Homo Eroticus: des communions émotionnelles, do sociólogo francês Michel Maffesoli, tem publicação anunciada para o dia 13 deste mês. O autor novamente lança seu olhar à sociedade contemporânea, considerando sobretudo o prazer como ponto chave deste corpo social. “O triunfo da razão sensível sobre o velho racionalismo científico, da vontade coletiva de viver sobre o individualismo, do prazer dionisíaco sobre o monoteísmo e a aridez moral que esteriliza a ação” é objeto do olhar ao longo das 304 páginas ainda no prelo.

As informações disponíveis sobre o Homo Eroticus ainda são escassas, limitam-se ao release e uma entrevista dada pelo Maffesoli ao podcast Le journal de la philosophie, mantido pelo filósofo e professor francês François Noudelmann – sequer um capítulo free na net :(. Podemos, no entanto, conjecturar a partir do que se dá a ver que se trata de olhares sobre o ser – humano – como um reflexo obtuso do deus Eros. Dito deste modo, à própria escrita se parece exigir uma sensibilidade [quase] amadora, com análises acuradas contidas em um belo texto.

A editora anuncia que este novo trabalho propõe uma ruptura epistemológica que redefinirá as condições do pensamento filosófico em nosso tempo. Anseio, em contraponto a meta tão groundbreaking, que ao tratar de Amor – que nasce sem genitores, depois de Caos, no mesmo instante que Terra -, seja considerada a sua condição de ancião. Ler à espera de um cuidado necessário que consiste em, antes de nos levar a pensar em como amamos, sentimos prazer e somos movidos por isso hoje,  seja considerado o que garante sentido a eroticus – pois, “bem antes de todos os deuses pensou em Amor“.

A editora responsável pelo lançamento é a CNRS Editions. Sem dúvida, um prazer em ler.

Felippe Thomaz

Felippe Thomaz é mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, onde examinou, na ocasião, o processo de construção identitária do jogador em MMORPGs, através de avatares. Doutorando pelo mesmo programa, seu objetivo mira agora a compreensão da influência exercida pelos variados dispositivos de controle sobre a experiência de jogos eletrônicos. Examinando o uso de joysticks, teclado e mouse, interfaces touchscreen e sensores de movimento, a questão que baseia a pesquisa, simplificadamente, é: de que maneira as formas de controle influenciam a própria experiência do jogar um game?

More Posts - Website

Deixe um comentário