Em quatro meses, tráfego via dispositivos móveis aumentou 60% no País

Três grandes grupos de pesquisa – ComScore, Ibope/Netratings e Experian/Hitwise – especializados em medir a internet, trouxeram em palestra no Digital Age, evento de marketing digital, promovido pela Now!Digital Business nos dias 28 e 29 de setembro, insights dos seus principais executivos para desenhar o perfil da audiência brasileira.

Os palestrantes concentraram-se em números, que sugerem uma mudança de comportamento dos internautas. Alex Banks, diretor-geral da comScore, destacou o crescimento das plataformas móveis no País. “Em quatro meses, o tráfego gerado por smartphones e tablets aumentou em 60%. Não vimos nada parecido em nenhum outro lugar o mundo”.

Banks mostrou que a audiência a partir de dispositivos móveis ainda é modesta: representa apenas 1% dos pageviews no Brasil – nos Estados Unidos e Reino Unidos, sobe para 7%. O que chama a atenção é que em blogs e sites de jornais o índice mais que dobra (2,5%), e em portais de tecnologia, quadruplica (4%). Outra questão interessante é o sucesso dos tablets entre os brasileiros. Quase 40% do tráfego via dispositivos móveis parte desses aparelhos, enquanto que nos Estados Unidos, onde a moda chegou antes por conta do iPad, o número não passa dos 30%. No Brasil, a navegação gerada a partir de iPads (34,3%) já supera a gerada a partir de samartphones como o iPhone (20,9%) e Android (14,5%) e dos chamados Feature Phones. Banks não explicou o porquê dessa surpreendente divisão, mas também não negou que um dos motivos pode ser o alto valor cobrado pela rede 3G por aqui, se for para acessar a Internet em casa, por Wi-fi, que seja por uma tela maior.

Claudia Galante

É mestre pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na linha de pesquisa Ideologia, Comunicação e Representações Sociais. Especialista em Marketing pela FAE (PR) e graduada em Comunicação Social pela PUC-PR. Atualmente atua no departamento de comunicação social do Instituto Federal da Bahia (IFBA) Campus Camaçari. Tem experiência na área de Comunicação e interesse nos seguintes temas: mídia, democracia, cibercultura e interações.

More Posts

Deixe um comentário