Avatar robótico transmite em tempo real sensação de ambiente remoto

O desenvolvimento de robôs substitutos de humanos que permitam que você esteja em dois lugares ao mesmo tempo, implica duplicar todos os nossos movimentos e sentidos em forma de máquina. Nesse sentido, o avatar robô  TELESAR V mostra o quanto as pesquisas evoluíram quando propõe transformar telepresença em telexistência – um robô humanóide controlado remotamente que possui uma ampla gama de movimentos, juntamente com a capacidade de transmitir sensações de visão, audição e tato ao seu operador, através de um conjunto de sensores e de uma tela 3D.

Telexistência como conceito, tem sido defendido pelo professor japonês Susumu Tachi e o seu objetivo é permitir que as pessoas interajam com o ambiente, distante remotamente em tempo real, da forma mais próxima possível de uma situação de presença física.

“As mãos do robô não podem se mover livremente como as mãos humanas, mas elas chegam muito próximo”, explica Masahiro Furukawa, Professor Assistente de Laboratório Tachi.

Confira o vídeo com a performance do robô aqui.

 

Ana Terse Soares

Ana Terse Soares é graduada em Comunicação Social e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (2013) na linha de Cibercultura. Atualmente integra os Grupos de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade (GITS) e o Analítica: Crítica de Mídia, Estética e Produtos Midiáticos, ambos na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. Atualmente, desenvolve pesquisa sobre Performances Musicais através de Hologramas e seus interesses debruçam-se, principalmente, sobre os seguintes temas: Comunicação e Tecnologias Digitais, Cultura Digital, Redes Sociais, Produção de Presença e Materialidades da Comunicação, Arte e Tecnologia, Música e Virtualidade, Experiência Estética e Holografia, Performances Musicais e Tecnologias Digitais, Digital Bodies, Performers Virtuais.

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebook

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.