ABCiber 2012: GITS a caminho

O VI Simpósio Nacional da ABCiber – Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura – publicou na segunda feira (27/08) a lista dos trabalhos e oficinas aprovados para o evento deste ano. A notícia foi bem recebida pelos membros do GITS, uma vez que o grupo será representado quadruplamente através dos papers selecionados. Mônica Paz (@monicapazz) volta seu olhar à Comunidade Software Livre e suas controvérsias na perspectiva da Teoria Ator-Rede; Thaís Miranda, por sua vez, (@thaisbmiranda) propõe a discussão em torno de seu objeto de pesquisa – ainda tão marginal -, no artigo denominado “Pornografia online amadora: a quem interessa? – Desafios de pesquisa diante de uma temática (dita) maldita”; Felippe Thomaz (@flipthomaz), em “Nós na rede: Notas sobre vidas online casino on-line” endereça algumas questões relacionadas às múltiplas identidades no contexto digital como um processo histórico da relação do homem com a linguagem; além destes, Fernanda Carrera (@nandacarrera), egressa do grupo, aborda dinâmicas sociais envolvidas no compartilhamento de fotografias em redes sociais digitais em trabalho intitulado “Instagram no Facebook: uma reflexão sobre ethos, consumo e construção de subjetividades em sites de redes sociais”.

A aprovação dos artigos enviados pelos integrantes do GITS reflete a conformidade dos assuntos abordados no grupo com os interesses de outras instituições/pesquisadores. Investigar as interações, tecnologias digitais e sociedade é contemplar toda a sorte de expressões humanas mediadas por computador. Para atender tal demanda – bastante plural, diga-se – a ABCiber 2012 dividiu-se em 8 eixos temáticos, hospedeiros das discussões porvir.

O GITS parabeniza os pesquisadores pela aprovação e deseja que o evento suscite inquietações a serem trabalhadas na jornada acadêmica de cada um.

O evento tem como sede a Feevale (Novo Hamburgo – RS) e ocorrerá de 6 a 8 de novembro.

(Aqui, a lista dos artigos e oficinas aprovados)

Felippe Thomaz

Felippe Thomaz é mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, onde examinou, na ocasião, o processo de construção identitária do jogador em MMORPGs, através de avatares. Doutorando pelo mesmo programa, seu objetivo mira agora a compreensão da influência exercida pelos variados dispositivos de controle sobre a experiência de jogos eletrônicos. Examinando o uso de joysticks, teclado e mouse, interfaces touchscreen e sensores de movimento, a questão que baseia a pesquisa, simplificadamente, é: de que maneira as formas de controle influenciam a própria experiência do jogar um game?

More Posts - Website

Deixe um comentário